Garmin revela grandes desafios de geocaching

A Garmin apresentou algumas dicas para os amantes de geocaching. Os adeptos desta atividade percorrem quilómetros, viajam, escalam, mergulham e aventuram-se no mar, na terra e no ar para encontrarem as famosas caches e deixarem a sua marca.

A Garmin International Inc., uma unidade da Garmin Ltd. disponibiliza uma série de equipamentos desenhados especificamente para o geocaching com ferramentas e opções que permitem aos utilizadores chegarem mais depressa e com maior segurança aos locais, e encontrarem mais facilmente as caches especialmente difíceis.

O geocaching é uma espécie de caça ao tesouro da Era moderna com algumas variantes. Apesar de o “tesouro” ser bastante menos valioso que os das histórias de piratas, os desafios são impagáveis. Os adeptos desta atividade percorrem quilómetros, viajam, escalam, mergulham e aventuram-se no mar, na terra e no ar para encontrarem as famosas caches e deixarem a sua marca.

A Garmin International Inc., uma unidade da Garmin Ltd. disponibiliza uma série de equipamentos desenhados especificamente para o geocaching com ferramentas e opções que permitem aos utilizadores chegarem mais depressa e com maior segurança aos locais, e encontrarem mais facilmente as caches especialmente difíceis. Mas onde estão as caches mais desafiantes A Garmin dá-lhe umas dicas:

The Leap
Pode parecer mentira, mas é real. Localizado no Arizona, este refúgio é considerado um dos mais difíceis de conquistar do mundo. Para lá chegar, os aventureiros terão de escalar montanhas íngremes e perigosas, falésias altas, enormes formações rochosas, zonas de mato cerrado e flora selvagem. Se conseguirem chegar ao topo já só falta um bocadinho, mas ninguém disse que era fácil.
O esconderijo está apenas a alguns passos, mas integrado numa coluna de pedra rachada em duas, a cerca de um metro e meio de distância. Para lá chegar, os geocachers têm que passar o fosso que separa as duas formações rochosas, sendo que se caírem a morte é quase certa.
Daí o nome da cache: The Leap. Esta é uma cache proibida a pessoas com problema cardíacos…

Monte Everest
Para chegar a esta cache tem literalmente de subir ao topo do mundo. Escondida a cerca de 9.000 metros acima do nível do mar, é uma das mais perigosas (mais também mais excitantes) geocaches do mundo. Exige uma combinação perfeita de conhecimentos e capacidade de escalada e montanhismo, e é claramente viável apenas para alguns. Ao desafio físico e de competências específicas, junta-se todo o material específico necessário, a formação, a viagem, uma resistência invulgar a condições meteorológicas agressivas, e uma boa dose de coragem (e loucura). É, por tudo isto, uma das mais difíceis de alcançar.

Pin It on Pinterest