Operação de fiscalização à atividade de Segurança Privada

A Guarda Nacional Republicana realizou, de 5 a 9 de abril, em todo o território nacional, uma operação de fiscalização do exercício da atividade de segurança privada, visando detetar situações irregulares no desempenho destas funções.

No decorrer da operação, os militares dos Comandos Territoriais e da Unidade de Ação Fiscal detiveram uma pessoa por exercício ilícito da atividade de segurança privada e das 164 infrações detetadas, destacam-se: 56 relativas a vigilantes; 46 relativas a sistemas de videovigilância; 24 relativas a estabelecimentos de restauração e bebidas com espaços de dança; 20 relativas a superfícies comerciais.

A atividade de segurança privada assume, atualmente, um papel relevante na proteção de pessoas e bens e na prevenção e dissuasão da prática de atos ilícitos, de uma forma complementar e subsidiária à atividade das forças de segurança.

Pin It on Pinterest