Projetos científicos desenvolvidos na Região serão relevantes para o AIR Center

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou ontem, na Praia da Vitória, que as políticas científicas seguidas nos últimos anos nos Açores têm contribuído para uma “crescente internacionalização” da ciência que se faz na Região, frisando que “essa visibilidade servirá para apoiar a criação do Centro de Investigação Internacional do Atlântico (AIR Center)”.

Gui Menezes, que falava na abertura da reunião ‘Atlantic Interactions: High Level Industry-Science-Government Dialogue’, salientou que os Açores se situam sobre “a tripla junção das placas americana, europeia e africana”, acrescentando, por isso, que o arquipélago “é o local certo” para discutir a criação do AIR Center.

O titular da pasta da Ciência afirmou que os Açores dispõem de fundos regionais para a investigação científica que “complementam o financiamento da investigação a nível nacional”, destacando o empenho da Região em “canalizar fundos europeus para a ciência através de parcerias internacionais com outras regiões, institutos de investigação e agências de financiamento”.

Na sua intervenção, Gui Menezes referiu a Estratégia de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente da Região (RIS3) implementada pelo Executivo açoriano, afirmando que “tem três eixos prioritários que ligam a ciência e economia”, nomeadamente a Agricultura, o Mar e Pescas e o Turismo.

Esta Estratégia, acrescentou, identificou também “áreas em que os Açores dispõem de vantagens competitivas ao nível da União Europeia, assim como um elevado potencial de investigação e inovação”.

“As ciências do mar e da terra, designadamente a vulcanologia e a sismologia, o desenvolvimento de infraestruturas de tecnologia aeroespacial, que beneficiam da nossa localização, bem como o envolvimento em programas relacionados com o espaço são também prioridades para a nossa Região”, sustentou.

Nesse sentido, Gui Menezes considerou que os Açores têm apoiado projetos científicos nestas áreas que “terão relevância” para o projeto do AIR Center.

Projetos científicos desenvolvidos na Região serão relevantes para o AIR Center
Classificar este artigo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X