Célia Pessegueiro exige celeridade na recuperação da estrada dos Anjos

A candidatura do PS à Câmara Municipal da Ponta do Sol tem vindo a monitorizar as estradas e veredas do município, no sentido de aferir a situação da rede viária.

A visita de hoje realizou-se na estrada dos Anjos, uma vez que a candidata do PS à Ponta do Sol considera que esta estrada precisa de uma intervenção urgente devido ao perigo que representa, quer para a população da localidade, quer os visitantes que todos os dias passam no local para verem a famosa cascata da Ponta do Sol.

Segundo a socialista o objetivo desta iniciativa visa propor alterações à rede viária através do programa eleitoral da sua candidatura, no entanto ressalvou que não há situações que não podem esperar para depois das eleições autárquicas.

Refira-se que o deslizamento de terras na respetiva estrada já ocorreu, há mais de um ano e, ainda, não se verificou a sua resolução. A candidatura do PS entende que no Orçamento do Município tem de constar uma verba para este tipo de intervenção, lembrando também que existem outros casos no concelho, nomeadamente no Livramento, onde também caiu o muro de suporte da estrada. Célia Pessegueiro critica o facto de serem colocadas estruturas metálicas a sinalizar que há perigo, mas aquilo acaba por ficar eterno”, afirmou, visto que até agora não houve uma resolução. Ora, no seu entender, não faz sentido um concelho que, inclusivamente, investe em novas estradas, não repare estas situações.

Por fim, recordou que a estrada dos Anjos já foi uma estrada regional, tendo sido municipalizada, em 2013, na altura o PS foi contra, uma vez que considerava que a estrada não precisava de representar um custo extra para a Câmara da Ponta do Sol. Contudo, já que existiu essa alteração, os socialistas consideram que a mesma tem de ser reparada sempre que ocorram problemas, sobretudo quando estamos a falar de uma estrada que é constantemente utilizada quer por automóveis, quer por transeuntes. Face ao exposto, Célia Pessegueiro teme que a estrada não resista, tendo em conta o elevado grau de estado de degradação, pedindo, por seu turno, maior celeridade na resolução desta questão.

 

Pin It on Pinterest