Autarquia avança com requalificação da Estrada Monumental este mês

A Câmara Municipal do Funchal irá iniciar este mês a intervenção de requalificação da Estrada Monumental, uma empreitada estruturante face à importância desta via tanto para residentes como para turistas, sendo a zona onde se localizam as principais unidades hoteleiras da cidade.

A degradação da via tem sido uma preocupação do atual Executivo, pelo transtorno que causa no intenso tráfego automóvel, também com a circulação de muitos autocarros ao serviço dos operadores turísticos.

Cumprindo com o compromisso à população terá início a intervenção durante o mês de junho, que além da pavimentação integral do piso de estrada desde o nó do Lido até à Ponte do Ribeiro Seco, terá igualmente obras de substituição da redes de águas, entre o Lido e a Travessa do Valente, sendo que a Empresa de Eletricidade irá igualmente aproveitar a empreitada da Autarquia para proceder a uma intervenção na sua rede entre o Lido e a Ponte do Ribeiro Seco.

Para o Vereador Miguel Silva Gouveia, que tem o pelouro das Obras Municipais, esta intervenção “reputa-se de fundamental importância, estando este Executivo ciente da necessidade premente de efetuarmos a pavimentação da via, tanto para os nossos munícipes, como para os nossos empresários do sector turístico e todos aqueles que nos visitam. Esta é uma intervenção muito bem planeada, tendo sido contactadas todas as empresas com infraestruturas no subsolo para procederem a obras durante o período desta empreitada, para evitarmos que esta zona esteja sujeita a novas intervenções num futuro próximo, face à sensibilidade que temos da quantidade de hotéis, restaurantes e serviços que estão localizados na área. A nova pavimentação virá ao encontro das expectativas de todos, e no sentido da melhoria da qualidade de vida da nossa cidade. Pedimos também a compreensão pelos transtornos no trânsito que a intervenção irá provocar”.

Refira-se igualmente que depois desta empreitada, haverá outro troço da Estrada Monumental, entre a zona da Praia Formosa e a Vitória, que será beneficiado após a intervenção nas estações elevatórias ali existentes, incluídas no projeto de ampliação da ETAR do Funchal.

A empreitada de pavimentação da Estrada Monumental integrava um pacote de obras propostas pela Câmara Municipal do Funchal para um contrato-programa com o Governo Regional, tendo sido rejeitado.

Pin It on Pinterest