Provas Finais de Português decorreram de “forma normal”

Realizaram-se, ontem, as Provas Finais de Português e de Português a Nível de Escola (NE), destinado a alunos com necessidades educativas especiais, do 9.º ano de escolaridade (3.º Ciclo do Ensino Básico), e os Exames Finais de História B e de Latim A, do 11.º ano de escolaridade, e de História A e de Desenho A, do 12.º ano de escolaridade (Ensino Secundário).

A Prova Final de Português foi efetuada em 31 escolas, sob a vigilância de 344 professores, por 2507 dos 2519 alunos inscritos, tendo-se registado 12 faltas, correspondente a 0,5% dos alunos inscritos.

A Prova Final de Português a Nível de Escola foi realizada em 15 escolas, com o apoio de 40 professores vigilantes, por 46 dos 47 alunos inscritos, resultando a única falta registada numa percentagem de 2,1% dos alunos inscritos.

O Exame Final de História B foi efetuado em cinco estabelecimentos de ensino, sob a vigilância de 14 professores, por 51 dos 56 alunos inscritos, registando-se cinco faltas, o correspondente a 8,9% dos alunos inscritos.

O Exame Final de Latim A foi efetuado numa escola, com o apoio de dois professores vigilantes, pelos quatro alunos inscritos.

O Exame Final de História A foi realizado em 15 escolas, com o apoio de 78 professores vigilantes, por 586 dos 614 alunos inscritos, resultando as 28 faltas registadas numa percentagem de 4,6% dos alunos inscritos.

O Exame Final de Desenho A foi efetuado em sete estabelecimentos de ensino, sob a vigilância de 18 professores, por 99 dos 108 alunos inscritos, pelo que as nove faltas registadas representam 8,3% dos alunos inscritos. Todo o processo realizou-se de forma normal.

Pin It on Pinterest