Relatório preliminar da comissão de inquérito à CGD já é conhecido

O relatório preliminar da comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) já é conhecido. Segundo Carlos Pereira, vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS, a capitalização “pelos mínimos”, decidida pelo anterior governo do PSD/CDS ,liderado por Passos Coelho, e pelo Banco de Portugal, é a grande responsável para ter sido necessária uma nova injecção decidida pelo executivo socialista.

No documento, apresentado hoje em conferência de imprensa na Assembleia da República, o parlamentar socialista elege mesmo essa como a primeira das razões que motivaram a capitalização decidida em 2016 já pelo executivo de António Costa. A isto, acresce a utilização de CoCos (um empréstimo do Estado que em certas condições pode transformar-se em capital detido pelos cofres públicos); a crise do subprime em 2008; a política do BCE e o apertar das exigências regulatórias.

Os partidos podem apresentar propostas de alteração ao relatório final da autoria de Carlos Pereira até a próxima segunda-feira. O texto será votado e discutido a 18 de Julho.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger