PS orgulha-se do legado de José Sócrates

O presidente do PS, Carlos César, diz que o partido se “orgulha” do legado de José Sócrates, mesmo tendo admitido que o caso de José Sócrates, tal como o de Manuel Pinho, é uma vergonha para o PS. Segundo o também líder da bancada parlamentar socialista na Assembleia da República, haverá um “sentimento de revolta” se a acusação se confirmar.

“O PS orgulha-se do seu contributo ao longo de toda a história democrática para o progresso do nosso país e em especial das circunstâncias em que o PS assumiu responsabilidades governativas”, afirmou Carlos César esta sexta-feira, numa declaração sem direito a perguntas dos jornalistas. “José Sócrates deixou uma marca muito positiva em Portugal.”
Esta sexta-feira o ex-primeiro-ministro anunciou que se iria desfiliar do PS, através da sua conta no Facebook.

“É chegado o momento de pôr fim a este embaraço mútuo”, escreveu Sócrates.
Ontem, António Costa disse que, “a confirmarem-se”, os casos de Sócrates e Pinho serão uma “desonra para a democracia”.

“Se essas ilegalidades se vierem a confirmar, serão certamente uma desonra para a nossa democracia. Mas se não se vierem a confirmar é a demonstração que o nosso sistema de justiça funciona”, afirmou o líder do PS, citado pela Lusa.

Pin It on Pinterest