Oferta turística do Porto Santo ‘mais valorizada’

A aplicação móvel GeoD Porto Santo e o Roteiro da Geodiversidade do Porto Santo foram apresentados esta semana pela secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais. Na ocasião, Susana Prada explicou que o objetivo destes dois instrumentos é divulgar o património da ilha do Porto Santo e, por sua vez, torná-la mais acessível aos residentes e aos visitantes.

“A partir de agora, passamos a disponibilizar de um importante apoio visual e tecnológico para a descoberta de quase duas dezenas de locais de interesse geológico que existem na ilha e nos ilhéus”, sublinhou a governante, acrescentando que “a praia do Porto Santo representa apenas uma pequena parte da ampla riqueza geológica da ilha”.

“É com muita satisfação que o Governo Regional vê no terreno: a sinalética; as placas interpretativas dos geossítios; a nova versão do roteiro da geodiversidade e a respetiva aplicação móvel”,complementou.

Susana Prada transmitiu, ainda, que estas iniciativas – desenvolvidas numa perspetiva multilingue – constituem “uma mais-valia para os que nos visitam e mais um elemento de competitividade e diferenciação do destino”.

“Além do interesse científico, didático e cultural que estes sítios possuem, pretendemos também que sejam um motivo de valorização da oferta turística. Sendo o Porto Santo uma referência nacional em termos de geodiversidade, é nosso dever proteger esse património, valorizá-lo e torná-lo acessível a todos. É também um exemplo de como a conservação da natureza, longe de representar um estorvo aos naturais anseios do progresso social das populações, pode e deve ser encarada como um fator de desenvolvimento”, vincou a secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais.

Pin It on Pinterest