Cais da Ponta do Sol interditado

É uma medida preventiva que surge em nome da segurança das pessoas: a Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, através da Administração dos Portos da Madeira, decidiu encerrar o Cais da Ponta do Sol, bem como os seus acessos, ao público, uma vez que o mesmo «não apresentava as condições de segurança necessárias ao seu usufruto, por parte dos seus utilizadores». Uma decisão baseada nos resultados do parecer que foi solicitado ao Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC) relativo ao estado de conservação e integridade estrutural do referido cais.

Esta informação clarifica, conforme o edital publicado hoje, que fica proibido, «por tempo indeterminado, o acesso pedonal, a navegação e qualquer outra atividade recreativa neste cais», em virtude da «instabilidade e eventual desprendimento do afloramento rochoso» existente no mesmo.

Sendo certo que não foram encontradas «anomalias estruturais relevantes» na avaliação emitida pelo LREC, ficou claro o estado de degradação dos revestimentos das paredes e tetos e do desnivelamento do pavimento, por via da deterioração das argamassas de assentamento e da própria plataforma, necessitando, com isso, de trabalhos de manutenção que serão prontamente iniciados pela APRAM.

Uma decisão tomada tendo como base o artigo 3º, nº 2 e artigo 177º, nº 2 do Código de Procedimento Administrativo.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger