Museu Henrique e Francisco Franco comemora 30 anos

O Museu Henrique e Francisco Franco comemora, em 2017, os seus 30 anos de atividade e a Câmara Municipal do Funchal assinalou a efeméride com a inauguração da exposição “Museu Cidade – Com os Irmãos Franco”, uma iniciativa inovadora na Região, que trouxe reproduções do espólio deste museu de Arte Moderna para as ruas da cidade. A exposição decorre até 9 de outubro na Rua das Pretas, Rua da Mouraria e Rua da Carreira. No total, irão ser exibidas 28 reproduções de obras do Museu Henrique e Francisco Franco, em escala real.

O Vereador Miguel Silva Gouveia esteve no lançamento da exposição e lembrou que “o Museu Henrique e Francisco Franco estava esquecido mas que, ao longo deste mandato, e na sequência daquilo que tem sido a aposta do Executivo na difusão cultural e na própria dinamização museológica da cidade, de que é outro excelente exemplo a reabertura do Museu A Cidade do Açúcar, procurámos a pouco e pouco abrir as portas deste espaço à cidade.”

Miguel Gouveia explicou, assim, que em honra do 30º aniversário do espaço, a CMF decidiu literalmente trazer o museu à rua: “esta é uma fórmula que já experimentámos nos últimos dois anos com o Mercado dos Lavradores, à qual as pessoas têm respondido muito bem, com muita curiosidade e entusiasmo. Achámos, por isso, que fazia todo o sentido, numa data tão marcante, fazer um exercício semelhante com o Museu Henrique e Francisco Franco, neste caso, para divulgar uma coleção com muito significado no panorama regional, e que os funchalenses e os madeirenses continuam na sua maioria a desconhecer. Esta será uma galeria ao ar livre, com o intuito de aguçar a curiosidade de todos para a visita às obras originais expostas no museu, atraindo público ao centro da cidade e contribuindo para dinamizar o comércio local, à semelhança do que acontece em várias cidades europeias.”

A exposição “Museu Cidade – Com os Irmãos Franco” é inspirada naquilo que foi desenvolvido em Londres, pela National Gallery, em 2007. O projeto denominava-se The Grand Tour e foi instalado, com sucesso, nos bairros de Covent Garden, Soho e Chinatown. Desde então, o exemplo já foi seguido por várias outras cidades, tal como aconteceu em Lisboa, em 2015, quando o Museu Nacional de Arte Antiga organizou a exposição “ComingOut – E se o Museu saísse à rua?”, no coração da capital portuguesa.

Com destaque nas fachadas de vários prédios do Funchal, o roteiro do “Museu Cidade – Com os Irmãos Franco” foi escolhido devido ao facto dos dois irmãos terem nascido e vivido a sua infância na freguesia de São Pedro, e terem começado os seus estudos na Escola de Desenho Industrial António Augusto de Aguiar, que funcionava no Palácio de São Pedro, na antiga residência do Conde Carvalhal (atual Museu de História Natural), sito à Rua da Mouraria. A exposição integra-se na estratégia de desenvolvimento local promovida pela Câmara Municipal do Funchal ao longo dos últimos anos, nomeadamente, em termos de Revitalização Urbana, Comércio e Turismo, tendo o condão de continuar a democratizar o acesso à cultura no Funchal.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger