Ilhas do Caribe preparavam-se para a chegada do furacão Maria

As ilhas do Caribe, recentemente devastadas pelo furação Irma, preparavam-se hoje para a chegada de um novo furacão. Maria transformou-se num furacão no domingo, enquanto se dirigia para o leste do Caribe com ventos de até 150 km/h, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Na manhã desta segunda, o olho desse furacão de categoria 2 (de um máximo de 5) estava 160 km a leste da Martinica, dirigindo-se a uma velocidade de cerca de 20 km/h para oeste-noroeste.

Os alertas e as recomendações foram elevados em várias ilhas do Caribe, que ainda não se recuperaram do devastador furacão Irma no início de Setembro.

O NHC lançou o “aviso de furacão” para Guadalupe, Dominica, São Cristóvão e Névis, Montserrat e Martinica, além de emitir uma “vigilância de furacão” para Porto Rico, Vieques e Culebra.

Além disso, advertiu que Maria pode produzir “uma perigosa tempestade e ondas grandes e destrutivas”, as quais elevariam os níveis do mar entre 1,2 e 1,8 metros na sua passagem pelas ilhas de Sotavento.

As autoridades francesas lançaram um “alerta vermelho” para ciclones para a ilha da Martinica antes da chegada do furacão, o que deve acontecer em torno do meio-dia local. O mesmo alerta foi lançado para a ilha francesa de Guadalupe.

Pin It on Pinterest