Ameaça nuclear está “ao nível mais alto desde a Guerra Fria”

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse hoje que a ameaça nuclear está “ao nível mais alto desde a Guerra Fria” e avisou as partes envolvidas na crise da Coreia do Norte que “conversa inflamável pode conduzir a mal-entendidos fatais”.

No seu primeiro discurso como secretário-geral da ONU durante uma Assembleia-Geral da organização, sobre a Coreia do Norte, Guterres disse que o uso das armas nucleares é “impensável”, mas que o medo “não é abstracto”.

“O nosso mundo está em problemas. As pessoas estão a sofrer e zangadas. Vêem a insegurança a aumentar, a desigualdade a crescer, o conflito a espalhar-se e o clima a mudar”, disse o secretário-geral. “Somos um mundo em pedaços. Precisamos de ser um mundo em paz.”

Guterres enumerou depois as sete grandes ameaças que o mundo enfrenta: o risco de conflito nuclear, o terrorismo internacional, conflitos por resolver e violações da lei humanitária internacional, mudanças climáticas, aumento da desigualdade, insegurança cibernética e a crise de refugiados.

Pin It on Pinterest