Nova fábrica ‘cria as condições para a sustentabilidade do setor leiteiro no Pico’

O Presidente do Governo dos Açores inaugurou ontem as obras de remodelação da fábrica da cooperativa Leite Montanha, um investimento de cerca de 1,6 milhões de euros que cria as condições para garantir a sustentabilidade do setor leiteiro na ilha do Pico.

“É de elementar bom senso reconhecer que não podemos ficar por aqui. Realizámos este investimento, estamos a dar condições para o futuro do setor leiteiro da ilha do Pico, mas interessa agora passarmos às fases seguintes, de valorização do produto e da existência de matéria-prima para que esta fábrica possa funcionar”, afirmou Vasco Cordeiro.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo salientou que interessa que todos estejam particularmente atentos à forma como, através do investimento nesta fábrica, “podemos colocar o setor leiteiro da ilha do Pico definitivamente no caminho da sustentabilidade, do crescimento e da valorização”.

A importância desta inauguração reside também, segundo Vasco Cordeiro, no processo que a antecedeu, recordando o compromisso, reafirmado várias vezes e em várias circunstâncias, e que se resumiu na expressão “a Lacto Pico não caiu, a Lacto Pico não cairá”.

“No fundo, traduzia-se numa conjugação de vontades, imprescindível e essencial, entre os produtores, a cooperativa e o Governo dos Açores. Hoje, damos um passo concreto e objetivo no cumprimento deste compromisso”, destacou.

De acordo com o Presidente do Governo, é necessário, porém, ter a consciência que o setor leiteiro da ilha do Pico e a Cooperativa Leite Montanha ainda se confrontam com “muitos e grandes desafios”.

O Presidente do Governo recordou que a solução assumida para o setor leiteiro do Pico passou pelo envolvimento tripartido da indústria, na valorização dos produtores e na atenção ao seu rendimento, dos próprios produtores, na garantia de matéria-prima para a cooperativa funcionar, e do Governo, que esteve ao lado do setor na realização dos investimentos necessários para dar viabilidade.

“Foi isso que fizemos e é isso que continuaremos a fazer, com a consciência clara de que somos apenas uma das partes da solução e do futuro do setor leiteiro da ilha do Pico”, frisou Vasco Cordeiro, ao salientar que este investimento de 1,6 milhões de euros é mais um esforço, a somar a tantos outros esforços dos produtores de leite, dos trabalhadores e da cooperativa, para viabilizar o setor.

O Presidente do Governo destacou, por outro lado, a lucidez e a disponibilidade demonstradas pela Lactaçores para ser parte da solução do setor leiteiro da ilha do Pico.

“Houve e há, da parte da Lactaçores, a disponibilidade, o empenho e o esforço para ajudar a dar esta sustentabilidade ao setor leiteiro na ilha do Pico”, afirmou Vasco Cordeiro.

Pin It on Pinterest