´Açores continuam a trabalhar na promoção da pesca responsável’

O Diretor Regional das Pescas afirmou, em Terre-Basse, Guadalupe, que os Açores “continuam a trabalhar” na promoção da boa governação marítima e da pesca responsável junto de instâncias nacionais e internacionais. “Os acordos de pesca estabelecidos devem dar prioridade à pesca local, estimulando o investimento e a boa governação”, afirmou Luís Rodrigues, que falava quinta-feira na reunião inicial do projeto ‘ORFISH – Development of innovative, low-impact offshore fishing practices for small-scale vessels in outermost regions’.

Este projeto visa manter e diversificar a atividade da pesca artesanal, evitando a pressão sobre os recursos costeiros, através da troca de conhecimento e inovação tecnológica entre as Regiões Ultraperiféricas da União Europeia.

Luís Rodrigues sublinhou que os Açores consideram “prioritário” continuar a tomar medidas que “garantam a preservação dos diversos níveis e componentes naturais da biodiversidade enquanto vetor de uma política de desenvolvimento sustentável”.

“O controlo e a monitorização científica das pescas deve tornar-se ainda mais eficiente”, acrescentou.

Neste encontro, o Diretor Regional destacou a importância que o ORFISH pode representar para as Regiões Ultraperiféricas, defendendo que “todas as partes interessadas na fileira da pesca devem continuar a ser plenamente envolvidas nas discussões sobre a aplicação das decisões políticas”.

O ORFISH, coordenado pelo Governo Regional de Guadalupe, tem a duração de um ano e envolve os Açores, Madeira, Guadalupe, Martinica, Canárias e Reunião, com uma série de agentes em cada uma destas regiões, desde privados a institutos de investigação e entidades governamentais.

Este projeto, que prevê a produção de informação conjunta e a partilha de experiências de sucesso entre as regiões envolvidas, resulta de decisão estratégica para a sustentabilidade e diversidade no âmbito da nova Política Comum de Pescas no que toca à atividade da pesca nas Regiões Ultraperiféricas.

No âmbito do ORFISH estão já a ser organizados para os Açores vários workshops e intercâmbios entre pescadores, orientados para a diversificação da atividade da pesca e para o estudo de artes de pesca sustentáveis.

Nesta primeira reunião, os Açores estiveram representados pela Direção Regional das Pescas, pela Federação das Pescas dos Açores e pela SeaExpert, empresa de serviços e consultoria na pesca que é um dos principais parceiros deste projeto.

Pin It on Pinterest