Detenções por burla qualificada e falsificação de documentos

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, localizou, identificou e deteve, fora de flagrante delito, uma mulher e um homem, com 54 e 52 anos de idade, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática dos crimes de burla qualificada e falsificação de documentos.

Os detidos, aproveitando-se de conhecimentos adquiridos no âmbito da colaboração com uma instituição de crédito totalmente alheia aos factos ilícitos em apreço no inquérito, usando de diversos subterfúgios e recorrendo à falsificação de documentos, lograram convencer a vítima a entregar-lhe as suas poupanças, com a promessa de realização de investimentos de elevada rentabilidade, locupletando-se, desde 2004, com cerca de um milhão de euros.

Os detidos serão hoje presentes a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação processual tidas por adequadas.

Pin It on Pinterest