Candidaturas abertas para entrega gratuita de compostores e ecopontos

A Câmara Municipal do Funchal tem oficialmente abertas as candidaturas com vista à entrega gratuita de compostores às famílias do concelho que possuam hortas e jardins e ainda de ecopontos domésticos a famílias com comprovadas carências socioeconómicas.

As candidaturas devem ser feitas online, no site oficial da CMF, no link http://cm-funchal.pt/pt/servicos-online/servicos-home.html, e a Autarquia pretende que a entrega de equipamentos comece a ser feita já no próximo mês de novembro. Em ambos os casos o requisito de base é ser residente no Funchal, sendo que, no caso dos ecopontos, é necessário apresentar um documento da respetiva Junta de Freguesia que ateste os fracos recursos financeiros, e no caso dos compostores, é obrigatório possuir horta ou jardim.

Este é o resultado de uma candidatura do Município do Funchal ao POSEUR, que “reforçará a recolha seletiva de resíduos de embalagem no concelho, bem como o tratamento de resíduos orgânicos, numa iniciativa importante no que respeita à edução ambiental e à inclusão da população numa estratégia que é central para este Executivo”, enaltece Idalina Perestrelo, a Vice-Presidente da Autarquia, com o pelouro do Ambiente. O valor total do investimento ascende a cerca de 437 mil euros, sendo cofinanciado em 85% pelo POSEUR.

O projeto acomoda, assim, uma série de atividades que vêm dar ênfase ao trabalho ambiental do Município do Funchal, permitindo disseminar equipamentos pela população. “Serão entregues gratuitamente, aos agregados familiares com menores possibilidades, um total de 1.180 ecopontos domésticos”, isto é, conjuntos de três contentores (papelões, embalões e vidrões), de 50 ou 120 litros de capacidade, “que vão permitir alargar o sistema de recolha porta-a-porta, onde o Município é uma referência a nível nacional, potenciando a plena adesão destes munícipes à separação de resíduos, o que vai assegurar um aumento da quantidade de resíduos preparados para reutilização e reciclagem no Município do Funchal”, destaca Idalina Perestrelo.

Para os agregados familiares que possuem habitações com jardins ou hortas, o Departamento de Ambiente da Câmara do Funchal avançará, por sua vez, “com a distribuição gratuita de 4.000 compostores, para deposição seletiva de resíduos orgânicos. É uma iniciativa que vem chamar à atenção, desde logo, para a correta gestão deste tipo de resíduos, e que será complementada por uma componente informativa sobre a utilização deste tipo de equipamentos, através da qual será possível dotar os agregados familiares de conhecimentos básicos acerca do processo de compostagem.”

“A distribuição gratuita destes equipamentos será uma medida importante para continuar a reduzir a produção de resíduos sólidos urbanos no concelho do Funchal”, conclui a autarca.

Pin It on Pinterest