Chuvas trazem primeiras apreensões

Com as primeiras chuvas surgem também as preocupações para os moradores na Serra de Água.

O Outono tardou a chegar e as primeiras chuvas só agora dão sinal. Para os moradores na freguesia da Serra de Água, concelho da Ribeira Brava, uma das mais afectadas pelo temporal de 20 de Fevereiro, o mau tempo ainda gera alguma apreensão.

Um dos residentes no sítio da Meia Légua explicou ao Cidade Net que não podemos, contudo, pensar sempre no pior. «Se calhar os mais velhos ficam mais preocupados. A chuva traz recordações, mas temos de andar para a frente. O que passou, passou».

No decurso da Ribeira da Serra de Água prosseguem os trabalhos de dessassoreamento. Máquinas e camiões retiram a terra e as pedras que se acumulam nas margens. As movimentações, que agora regressam em força, não passam despercebidas à população.

«Isto traz algum conforto. Pelo menos sabemos que as coisas não estão esquecidas. Mesmo porque ainda há muito a fazer no leito da ribeira», confessou outro dos moradores.

Também na Ribeira dos Socorridos, concelho de Câmara de Lobos, assiste-se a um entra e sai de camiões. Os trabalhos são do Governo Regional, através da Secretaria Regional do Equipamento Social. O objectivo é que, independentemente do nível de pluviosidade, às águas possam correr livremente para o mar.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest