Sara Cerdas questiona sobre as estratégias a implementar nas regiões ultraperiféricas

A eurodeputada socialista madeirense, Sara Cerdas, questionou esta tarde o atual Comissário Europeu responsável pelo Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, sobre quais serão as estratégias a implementar nas regiões ultraperiféricas (RUP) para a conservação das espécies marítimas, minimizando o impacto económico e social.

Tendo em conta as especificidades e a forte ligação das RUP com o mar, bem como as alterações climáticas e o aumento da poluição dos mares, Sara Cerdas defende a criação de estratégias para a conservação das espécies marítimas, mas que salvaguardem as questões económicas e sociais associadas ao sector marítimo, como é o caso, na Madeira, de empresas e famílias ligadas ao sector do turismo e das pescas.

Para a eurodeputada, “apesar da emergente necessidade de estratégias que defendam a biodiversidade, é importante não esquecer que o trabalho e o sustento de algumas pessoas, em especial na Madeira, dependem do mar. Portanto, é necessário haver um equilíbrio entre estas questões, para que nenhuma parte seja prejudicada”.

A troca de pontos de vista decorreu durante uma reunião com a Comissão de Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar (ENVI), onde se pretendia debater os desenvolvimentos a nível internacional no domínio da biodiversidade.

Pin It on Pinterest