Porto Moniz faz o pleno no Programa Eco-Escolas

 Todos os estabelecimentos de ensino do Porto Moniz ostentam a Bandeira Verde, comprovativo das boas práticas ambientais.

O secretário regional do Ambiente e dos Recursos Naturais esteve, hoje pela manhã, no concelho do Porto Moniz, onde participou no hastear da Bandeira Verde em alguns estabelecimentos de ensino. Manuel António Correia explicou que as questões ambientais devem preocupar a todos.

“O objectivo do Governo é que todos os estabelecimentos de ensino da Região possam hastear a Bandeira Verde. Neste momento temos 120 estabelecimentos, mas há 10 anos tínhamos só 3. Isto é um grande crescimento, mas queremos chegar ao pleno”, continuou.

Numa altura em que a contenção é palavra de ordem, e quando o novo Governo Regional vai ter uma difícil gestão dos recursos financeiros, o governante sublinhou que é possível uma política sustentável. “Não é preciso muito dinheiro” para fazer a diferença nas questões do ambiente e dos recursos naturais.

Para além do Porto Moniz, também os concelhos do Porto Santo, da Calheta e de Câmara de Lobos cumprem com este propósito. “Não são só os concelhos urbanos, tradicionalmente com mais vocação para as questões ambientais, mas também os concelhos rurais estão despertos para estas temáticas”.

Valter Correia, presidente da Câmara Municipal do Porto Moniz, mostrou-se igualmente satisfeito com a adesão ao Programa Eco-Escolas. “É um orgulho que todos os estabelecimentos de ensino do município estejam galardoados com a Bandeira Verde. É sinónimo que todas as escolas têm uma preocupação ambiental e tratam desses assuntos com os alunos”.

Programas desta natureza fazem com que os jovens “sejam agentes de protecção ambiental e contribuam para a educação dos seus pais”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest