Combatentes no Ultramar lamentam discriminação do Estado

O presidente do Núcleo do Funchal da Liga dos Combatentes exigiu mais respeito por parte do Estado.

Celebrou-se hoje, junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, com a presença de altas entidades civis e militares, o 88º aniversário da Liga dos Combatentes e o 93º aniversário da Assinatura do Armistício.

O Presidente do Núcleo do Funchal da Liga dos Combatentes, Bernardino Laureano, aproveitou a ocasião para reivindicar mais apoios ao Estado Português. “Os combatentes, passados que estão 37 anos das guerras no Ultramar, pouco ou nada conseguiram nas suas reivindicações. Porque o Estado, o mesmo Estado que os enviou para a guerra, pouco ou nada lhes deu”.

O repto e a insatisfação estenderam-se não apenas às entidades nacionais e regionais, mas também à sociedade, em geral. Para que não continue “o olhar indiferente” para com os combatentes e as suas maleitas.

Ainda assim, apesar da crise sócio-económica que Portugal atravessa, e perante as injustiças que têm sido praticadas contra os militares, o ex-combatente no Ultramar não deixa antever tomadas de posição mais radicais.

Mas, sendo o momento de grandes esforços, aconselhou os políticos a darem o exemplo. “Se a Pátria está em crise, os órgãos de soberania que obriguem todos os que se apropriaram dos dinheiros públicos a repor os dinheiros desviados e que acabem com as grandes mordomias”.

Bernardino Laureano apelou, deste modo, ao poder central e regional para que “não deixem de apoiar os pobres, os mais carenciados, incluindo os combatentes do Ultramar. É preciso que nos unamos, com coragem, no combate à crise que nos assola”.

A cerimónia contou com a presença de Miguel Mendonça, presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, Irineu Barreto, Representante da República para a Madeira, Jaime Freitas, secretário regional de Educação e Recursos Humanos, naquele que foi o seu primeiro ato oficial, e muitos outros militares dos vários ramos das Forças Armadas.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

[twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest