“Basta de exploração e desemprego!”

Comunistas temem o “aumento assustador” do desemprego na Madeira.

O PCP lançou uma campanha nacional intitulada: “Basta de exploração e desemprego!”. Leonel Nunes disse que Portugal, em especial a Região Autónoma da Madeira, oferece cada vez menos condições aos trabalhadores. E isso reflete-se nos números assustadores do desemprego, prestes a atingir os 20 mil.

Hoje à tarde, numa iniciativa de contacto com a população, o dirigente lembrou os salários em atraso, os despedimentos coletivos, o encerramento de empresas e os aumentos dos impostos. Fatores que colocam Portugal, tal como divulgado num relatório do Eurostat, entre os piores da União Europeia.

Leonel Nunes deixou também críticas aos empresários e sindicatos que assinaram o acordo de concertação social. “Medidas que vão agravar ainda mais esta situação. Aqui na Região, com o plano de ajustamento financeiro, os trabalhadores vão ficar sem o subsídio de férias, sem o subsídio de Natal e sem o subsídio de insularidade”.

Mas não se pense que os cortes vão ficar pelo setor público. O PCP/Madeira teme que os cortes cheguem ao privado, contribuindo assim para o alastrar da exploração e da precariedade laboral. “Os trabalhadores não podem ficar em casa, têm de vir para a rua e exigir responsabilidades aos governos”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest