“Futebol de Rua” na Escola Gonçalves Zarco (VÍDEO)

Escola aposta nos jogos tradicionais de futebol de rua para incutir novas dinâmicas aos alunos.

A Escola Gonçalves Zarco em parceria com a Associação de Futebol da Madeira e a Universidade da Madeira estão a desenvolver um projeto denominado Futebol de Rua. Trata-se de um projeto dinamizado e coordenado pelo Núcleo de Estágio de Educação Física através dos professores Mário Teixeira e Honorato de Sousa.

A ideia segundo explicou Mário Teixeira é promover os desportos tradicionais e criamos novas dinâmicas na escola e nos alunos.

“Tivemos a observar as atividades que os alunos desenvolvem nos recreios e a partir daí identificamos um ponto forte e vimos o que podíamos trabalhar. Decidimos assim criar o Núcleo de Futebol de Rua que numa primeira fase serve, para nós enquanto docentes, como uma espaço de laboratório onde identificamos uma série de jogos de rua propostos pelos alunos e a partir daí retiramos o que mais importante esses jogos têm para o desenvolvimento eclético do aluno”, explica , sublinhando que o outro objetivo é promover hábitos de vida saudável e prática de atividade física regular.

A Associação de Futebol da Madeira entra nesta parceria disponibilizando alguns profissionais que “levam os alunos a desenvolverem as suas habilidades motoras específicas, através do garante de uma autonomia de oportunidade, ou seja, o alunos devem ser criativos e capazes de tomar as decisões de acordo com os constrangimentos que eles próprios criam”.

Neste projeto não existem os tradicionais treinos, mas sim as denominadas sessões que acontecem uma vez por semana, às das 17h00 às 18h30 e são constituídas por duas partes. Na primeira há os tradicionais jogos de rua onde são incluídos jogos como os banquinhos, o ponta a ponta, o não caí, os casquinhos e os meinhos e na segunda parte é o jogo propriamente dito.

No jogo os orientadores dão a oportunidade dos alunos assumirem vários papéis, de capitão de equipa, de jogador, treinador e de árbitro “e temos o cuidado de chama-los e definir com eles os constrangimentos que eles querem aplicar no próprio jogo”, assume um dos responsáveis da Associação de Futebol da Madeira.

As sessões contam já com 27 alunos mas a escola acredita que este número vai aumentar. De referir que só podem participar neste projeto alunos da Escola Gonçalves Zarco.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest