Jorgenses com médicos de família suficientes

Miguel Correia garante que há médicos de família para todos os habitantes da ilha de S. Jorge.

O Secretário Regional da Saúde disse hoje que “existem médicos suficientes em São Jorge para que todos os habitantes possam ter médico de família”.

Na reunião realizada com a administração da Unidade de Saúde de Ilha, no âmbito da visita estatutária, Miguel Correia disse que foram contratados dois novos médicos, em prestação de serviço, que asseguram grande parte do serviço de urgência, permitindo, deste modo, que os médicos do quadro possam fazer o acompanhamento dos utentes, tanto nas Velas como na Calheta.

Na mesma ocasião, o Secretário da Saúde garantiu que “não existem situações de rutura, quer de medicamentos quer de material clínico nos hospitais da Região por falta de pagamento”.

Em resposta a questões colocadas pelos jornalistas, sobre este assunto, lembrou que, “até ao dia 18 de janeiro foram liquidadas todas as dívidas vencidas dos centros de saúde, incluindo laboratórios de análises clínicas e ginásios de fisioterapia” e ainda “um esforço muito significativo na liquidação da dívida vencida às farmácias, no valor de 10,5 milhões de euros”.

Para os hospitais foram transferidos cerca de 14 milhões de euros, para que possam fazer face aos pagamentos mais emergentes.

Relativamente às dívidas com as casas de saúde, Miguel Correia garantiu que “o compromisso assumido será cumprido”, assegurando que, “até ao final deste mês, serão feitos mais pagamentos”.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest