SPAVC promove rastreios

No dia 31 de Março a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral vai promover rastreios dos principais fatores de risco vascular.

 A Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) vai assinalar, no dia 31 de Março, o Dia Nacional do Doente com Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Por todo o país, incluindo a Madeira e os Açores, irão decorrer ações que visam informar e sensibilizar a população para a importância da prevenção e do tratamento precoce do AVC.

Pelo 8º ano consecutivo, estas ações envolvem centenas de voluntários e de profissionais de saúde, que irão participar em rastreios dos principais fatores de risco vascular, workshops e palestras dirigidas ao público em geral.

Recorde-se que o AVC é a principal causa de morte e incapacidade em Portugal. Cerca de 20% dos doentes morrem no primeiro mês e 30% morrem no primeiro ano. A cada cinco minutos acontece um AVC e a cada hora morrem dois portugueses com a doença. Metade dos doentes que sobrevivem a um AVC fica com incapacidade parcial. Uma em cada 6 pessoas terá um AVC ao longo da vida.

“Estes dados demonstram o elevado peso social da doença. Um combate sem tréguas é necessário para alterar esta situação. Para tal a população tem que ter uma atitude pró-ativa, informando-se e cumprindo as normas de prevenção e procedimento que lhe são transmitidas nestas ações”, exorta o presidente da SPAVC, o neurologista Castro Lopes.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest