Portos da Madeira desmente USAM

A Administração dos Portos da RAM desmente a notícia avançada pela USAM que dava conta que o Porto do Caniçal estava encerrado devido à greve.

 A greve geral, convocada pela CGTP, não teve qualquer efeito nos Portos da Madeira, diz em comunicado, a Administração dos Portos da RAM (APARM). De acordo com a nota enviada às redações “apenas três trabalhadores” aderiam à greve, dois no Porto do Funchal e outro no Caniçal, num total de 170 trabalhadores.

No dia de hoje, há a registar o movimento de dois navios: o Naftocement 3 que chegou na tarde de quarta-feira, sai do Porto do Caniçal por volta das 19h30 e tem estado em descarga contínua. Prevista também a chegada do cargueiro Ruby, para as 19h00. Os levantamentos de contentores e a entrega para embarque no Porto do Caniçal começou às 08h00 da manhã de hoje e pelas 08h04 saiu o primeiro contentor para embarque.

Por isso, a Administração da APRAM desmente a notícia do secretariado da USAM sobre a “paralisação” do Porto do Caniçal, onde o trabalho se desenvolveu normalmente como em qualquer quinta-feira, um dia que por tradição não é de grande movimento naquele porto.

No Porto do Funchal, hoje não escalou nenhum navio de cruzeiros e o trabalho nas instalações da Autoridade Portuária decorreu normalmente, em todos os sectores refere o mesmo comunicado.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest