DCIAP nega “dívida de dois mil milhões”

No âmbito do processo “Cuba livre” que trouxe na passada semana uma equipa do DCIAP à Madeira.

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) fez saber, ao final da tarde de hoje, através de comunicado que “das diversas notícias veiculadas pela comunicação social sem correspondência com a realidade, há que salientar a que se refere à descoberta, pela equipa de investigação, de mais um desvio de cerca de dois mil milhões de euros nas “contas da Madeira” não corresponde à verdade”, veicula o comunicado enviado pela Procuradoria-Geral da República.

O mesmo documento refere ainda que o DCIAP investiga diretamente o processo conhecido por “contas da Madeira”, tendo para o efeito sido nomeada uma equipa multidisciplinar que esteve na Madeira e cuja diligências “foram cumpridas com rigor, profissionalismo, eficiência e com resguardo do segredo de justiça e de todos os intervenientes, com a total colaboração de todos quantos foram chamados ao processo”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest