CDS vai estar atento ao novo modelo do desporto

Lopes da Fonseca exige mais celeridade ao secretário com a tutela do desporto, pois os centristas entendem que este já devia ter tomado uma decisão.

O líder da bancada parlamentar centrista, Lopes da Fonseca, afirmou hoje, em conferência de imprensa, que o seu partido vai estar atento à aplicação do novo modelo de gestão do desporto.

Os centristas consideram que o secretário da Educação já se devia ter pronunciado sobre o novo modelo de gestão do desporto, uma vez que o IDRAM, já foi extinto.

“Não acha o senhor secretário que está muito atrasado, fazendo a triste figura de um corredor de cem metros que se esquece do tiro de partida preferindo ficar a mirar para as suas novas sapatilhas?, questionou Lopes da Fonseca. Os deputados do CDS desconfiam que interessa ao secretário atrasar a apresentação do novo modelo para o desporto para quando o fizer vai fazê-lo à pressa de forma a manter a discricionalidade que tem caracterizado a política que diz-se sendo desportiva é do GR desde sempre. A discricionalidade dá votos ao PSD, mas é péssimo para os madeirenses e portossantenses porque representa uma má gestão dos dinheiros públicos”, alertou.

Lopes da Fonseca lembrou que o CDS concordou com a medida de extinção do IDRAM, no entanto, no entanto, pedem maior celeridade nas decisões do governo no novo modelo de gestão do desporto.

“Concordamos que numa época de crise é preciso fazer um esforço de contenção, mas é lamentável que seja pedido o esforço antes de apresentar o novo modelo de gestão do desporto”, vincou o parlamentar, acrescentando que o “secretário regional que diz-se é da Educação e está de costas voltadas para a maioria dos agentes desportivos. Diz que vai apresentar o modelo mas não fala com ninguém. Diz que vai fazer mudanças mas não explica quais. Diz que vai falar, mas não diz quando não acha por ventura o senhor secretário que no final da atual época desportiva quando todos os clubes amadores e profissionais começam a preparar a nova época já se devia ter pronunciado sobre esta matéria?”, interrogou o líder da bancada centralista.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]


PUB