Festas do Espírito Santo em debate

A ilha Terceira recebe o V Congresso sobre as Festas do Espírito Santo, a principal manifestação religiosa nos Açores.

O culto ao Espírito Santo é um dos principais elos de ligação que congregam açorianos residentes no arquipélago e da diáspora, um pouco por todo o mundo.

A afirmação é do Secretário Regional da Presidência quando falava na abertura do V Congresso sobre as Festas do Espírito Santo, que reúne, desde ontem e até domingo, na ilha Terceira, cerca de uma centena de estudiosos deste tema, oriundos de várias ilhas, do continente português, do Brasil, dos Estados Unidos e do Canadá.

André Bradford sublinhou a importância da realização deste evento nos Açores, a cargo da Direção Regional das Comunidades, também por ser um momento de demonstrar “a unidade e a coesão da grande irmandade de açorianos espalhados pelas várias partidas do mundo”.

O governante referiu, ainda, que na IV edição deste congresso, realizada há dois anos em San José da Califórnia, teve oportunidade de constatar, acompanhando os trabalhos, que a iniciativa “é, simultaneamente, uma celebração do culto do Divino, como representação daquilo que é ser-se açoriano”, mas também “significa que há pessoas que se dedicam – e devem ser valorizadas por isso –, a resgatar a memória dessa celebração”.

Perante esse esforço, acrescentou, “compete ao Governo Regional, particularmente através da Direção Regional das Comunidades, apoiar e envolver-se nesse trabalho, para que ele possa prosseguir, com os bons resultados que tem tido até agora”.

À margem desta sessão de abertura, o Secretário Regional da Presidência recebeu, em representação do Presidente do Governo, Carlos César, o Presidente da Câmara de Vereadores de Gravataí, Brasil, Vail Corrêa, e os vereadores Tânia Ferreira e Carlito Nicolait, que participam no Congresso.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest