‘A mentira tem custos’

Victor Freitas denuncia que “as constantes mentiras” do Governo Regional têm “prejudicado seriamente” os madeirenses.

O PS finalizou hoje em Santa Cruz a iniciativa “Primeiro a Madeira”. Falando à comunicação social, Victor Freitas acusou o Governo Regional de estar a prejudicar os madeirenses com as suas “constantes mentiras”.

“Hoje os madeirenses estão a pagar o custo da mentira do PSD e do seu líder. Em primeiro lugar começaram a fazer uma dívida oculta no tempo dos governos do PSD e do CDS (2003/2004), tentaram enganar os madeirenses dizendo que a dívida oculta era da responsabilidade deles mas foi criada na altura do eng. José Sócrates”, apontou o líder socialista.

Desta forma, Victor Freitas aponta que os madeirenses estão a pagar “o custo da mentira” através do desemprego, das falências das empresas, com a emigração, com a perda do poder de compra, com a pobreza e com o fim dos subsídios de férias, de Natal e de insularidade.

O presidente do PSD acusou ainda os dois últimos autarcas de Santa Cruz de também “terem mentido” às populações. “Os dois últimos mandatos da governação da Cãmara Municipal de Santa Cruz foram terríveis para o povo. Tivemos um presidente anterior, Savino Correia, que destruiu as finanças da câmara e temos o atual presidente, José Alberto Gonçalves, que continua pelo mesmo caminho”, denunciou.

Victor Freitas mostrou-se ainda preocupado com a possibilidade da autarquia recorrer a um “plano de resgate” para saldar as suas dívidas, referindo que se tal vier a acontecer serão os santacruzenses que pagarão a fatura.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest