CDS pede explicações sobre estação da Meia Serra

Teófilo Cunha quer saber se a estação de tratamento de resíduos sólidos está a ser afetada pelas contingências financeiras que a Região atravessa.

O grupo parlamentar CDS/Madeira quer saber se as dificuldades económicas e financeiras que assolam atualmente a Região, também chegaram à Estação de Tratamentos da Meia Serra. Em conferência de imprensa, na Estação da Meia Serra, o deputado centrista Teófilo Cunha questionou o secretário regional do Ambiente e Recursos, Manuel António Correia sobre o funcionamento da Estação de Tratamentos da Meia Serra.“As linhas de incineração que, atualmente, estão a funcionar nomeadamente de resíduos sólidos e resíduos hospitalares está a funcionar pleno ou está parada?”,questionou o parlamentar que quer ainda saber se está a ser construído um segundo aterro para a deposição de resíduos sólidos.

“É verdade ou não que o aterro que tinha um tempo útil de vida até 2016 já está a ultrapassar e se neste momento está a fazer-se algum aterro para a deposição dos detritos que são aí depositados?”interrogam os deputados centristas.

Teófilo Cunha considera que este sector é fundamental para a preservação da saúde pública e manutenção do ambiente e dos recursos naturais. Por isso quer que estas questões sejam esclarecidas o mais rápido possível pelo secretário Manuel António Correia, no Parlamento Regional.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest