PS ‘quer encostar PSD às cordas’

O partido considera que “está na hora de manter e reforçar uma pressão alta” sobre o Governo Regional, no que concerne à garantia “da democracia e da fiscalização” do governo.

“É preciso desmascarar as mentiras, as falcatruas, as aldrabices e as faltas de responsabilidade que o Governo Regional tem vindo a ter nos últimos tempos. Isto só se consegue com um debate aberto, com uma democracia e com um parlamento em pleno funcionamento”, apontou Carlos Pereira, esta manhã em conferência de imprensa.

Assim, e na véspera de ser discutido na reunião de líderes uma proposta de debate potestativo do PS “sobre a dívida oculta, as suas origens, as consequências, as responsabilidade políticas e os beneficiários da referida dívida”, o líder da bancada socialista recorda que o agendamento do debate terá mesmo que ser feito amanhã.

“Esperamos que amanhã, sem quaisquer rodriguinhos ou manobras de justificação do PSD, o senhor presidente da Assembleia Legislativa marque esse debate potestativo sobre a dívida oculta”, vincou Carlos Pereira.

Aquele responsável frisou, ainda, que o referido debate “tem mesmo que acontecer”, pois está previsto na Constituição, no Estatuto e no Regimento. “Caso esta questão não siga os procedimentos, que nós consideramos nesta proposta que mandamos ao presidente da Assembleia, utilizaremos os tribunais para o efeito, uma vez que está em causa uma violação da Constituição, do Estatuto e do Regimento”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest