Redução do IVA pode salvaguardar postos de trabalho

Em especial no sector da restauração, explica o líder da CDU/Madeira.

 

A CDU/Madeira vai apresentar amanhã, na Assembleia Legislativa, um projeto de resolução em defesa das micro empresas.

Edgar Silva considerou que, dado que 94% do tecido empresarial regional é composto por micro empresas, importa criar mecanismos específicos para dinamizar estes espaços.

Para além da redução do IVA de 22 para 12%, uma medida que terá claros impactos na área da restauração, os comunistas propõem também a redução das taxas em sede de IRC e a criação de uma linha especial de financiamento.

“Muitos micro empresários não subiram os preços, incorporaram os aumentos do IVA e não os passaram para os consumidores, mas agora terão de pagar ao Estado”, explicou Edgar Silva, acrescentando que esta asfixia financeira vai conduzir a encerramentos e ao aumento do desemprego.

As propostas em vigor, nomeadamente as linhas de crédito apresentadas pelo Governo Regional, não são suficientes. Até porque, no entender do deputado da CDU/M, algumas empresas não conseguem aceder ao crédito. E, por isso, a importância de criar uma linha com condições adequadas às necessidades reais.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest