Desporto como polo de desenvolvimento regional [VÍDEO]

A Associação Zarco acredita que o desporto poderá contribuir para atrair  mais turistas que se dedicam a atividades ligadas à natureza.

Decorreu ao início desta tarde, na Gare Marítima da Madeira, a cerimónia de tomada de posse dos primeiros órgãos sociais da Associação Zarco – Centro de Estudos de Desenvolvimento e Desporto, para o quadriénio 2012/2016. Sendo formada por elementos ligados aos movimentos desportivo, económico e de investigação, a referida associação tem na presidência o ex-governante Francisco Fernandes.

“Por um lado, temos uma potencialidade única que nos pode ajudar em termos de região ao desenvolvimento económico e social, que é o turismo. Por outro lado, existe investigação produzida e que poderá vir a ser produzida que pode ajudar a potenciar essas qualidades e dar também uma visibilidade a toda a investigação que tem sido feita na área desportiva, na vertente académica e na vertente federativa”, frisou Francisco Fernandes.

O presidente da Associação Zarco garantiu, ainda, que não vão ser pedidos subsídios ao Governo Regional. “Temos uma vontade de servir, uma vontade de dar algo à nossa terra. Nós não vamos pedir nada, não vamos pedir subsídios, não vamos pedir sedes, só vamos dar. Vamos estar disponíveis e candidatos àquilo que em termos, por exemplo, de investigação, de fundos e de projetos europeus possam eventualmente necessitar do contributo que as pessoas dentro da associação possam dar”, observou.

Presente na cerimónia de tomada de posse, a secretária regional da Cultura, Turismo e Transportes salientou que a nova associação pode “se constituir como um fonte de informação importante” para a tomada de decisões, quer por parte do sector público, quer por parte dos empresários privados.

“O sector do turismo ligado às atividades desportivas na natureza tem vindo a criar maior divulgação e maior expansão. Há um número maior de pessoas que praticam estas modalidades na Região e há também um maior número de operadores ligados a nichos de mercados específicos que questionam e querem montar operações com esta base”, destacou Conceição Estudante.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest