Queda do turismo português já era previsível

Conceição Estudante diz que a conjuntura económica e a perda de poder de compra estão na origem da diminuição de turistas portugueses na Região.

A ocupação hoteleira na Madeira desceu 8,8% em maio, quando comparada com o mês homólogo, seguindo a tendência já registada em abril. Segundo dados preliminares da Direção Regional de Estatística, as maiores quedas ocorreram nos mercados emissores de Portugal (-34,3%) e no mercado do Reino Unido (-24,1%).

Conceição Estudante disse hoje, à margem da tomada de posse da Associação Zarco, que os números confirmam aquilo que já era a previsão da Secretaria Regional da Cultura, Turismo e Transportes.

“Os dados confirmam aquilo que era a nossa previsão de grande contração do mercado português. Dada a situação financeira que o nosso país está a viver e as restrições económicas de toda a população, o mercado português está a fazer menos férias. Aliás, os inquéritos e os estudos que têm sido feitos indicam que 75% dos portugueses não farão férias este ano”, apontou a secretária regional da Cultura, Turismo e Transportes, acrescentando que ainda não há previsões para o mês de agosto a nível turístico.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest