Rali Vinho Madeira é para continuar

Mesmo com contestação e com cortes financeiros garantiu Alberto João Jardim esta tarde no Parque de Assistências.

O presidente do executivo regional, Alberto João Jardim declarou esta tarde que o Rali Vinho Madeira é para continuar mesmo que haja contestação.

“Continuo a defender esta prova e ela tinha de ser feita este ano e para o ano, porque tudo isto está, neste momento, em reformulação na Federação Internacional Automóvel (FIA) para ver quais os ralis que vão ser mantidos e portanto com a qualidade que o nosso tem e com a acumulação de esforços e trabalhos de 50 anos não se pode deitar isto pela mão fora”, explicou, acrescentando que o modelo de financiamento não deverá mudar muito, mas só poderá falar concretamente sobre isso quando tiver o orçamento para 2013 nas mãos.

O governante defendeu ainda que o rali tem de se manter porque é uma boa promoção para a Madeira e está incluído no programa de lazer da população e dos turistas que nos visitam. Sobre a prova, concretamente, Jardim referiu que se chover o rali será mais competitivo, “se chover vai ser um rali mais competitivo porque chovendo anula, não muito, mas alguma coisa a superioridade dos carros mais potentes visto que aumenta o nível de risco e o nível de risco é para todos. E dá mais algumas hipóteses aos carros menos potentes”, afirmou. O chefe do executivo disse não ter nenhum piloto favorito, contudo, admitiu que gostava que ganhasse um madeirense.

 [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest