“Escoamento de castas nobres está garantido”

Assegurou, há instantes, o presidente do Governo Regional, durante a visita a uma exploração agrícola na Ponta Delgada.

O presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, garantiu esta tarde à margem da visita à Quinta Côrte do Norte, uma exploração agrícola do empresário António Jacinto Fernandes, que o escoamento de todas as castas nobres está garantido. Quero sossegar as pessoas e dizer como me foi comunicado pelo senhor secretário que o escoamento das castas nobres está garantido independentemente daquilo que as casas fabriqueiras de vinho Madeira forem fazendo”, adiantou o governante que se referiu a um ano de grande produção de uvas.

Jardim considerou ainda que 2012 será um ano de maior produção de vinha nobre do que é habitual, no entanto, apela aos produtores para não se preocuparem porque o escoamento está garantido. O executivo regional falava no final da visita a uma exploração agrícola, na Ponta Delgada, que acabou de ser alvo de um projeto ao abrigo do Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha, desenvolveu-se ao longo de 8900 metros quadrados de superfície agrícola útil, sendo 4400 metros quadros com videiras da casta “Verdelho” e 4.500 metros quadrados da casta “Arnsburger”. Este projeto, de iniciativa privada, representou um investimento global na ordem dos 72.349,14 euros, os quais foram comparticipados com apoios do Governo Regional e da União Europeia na ordem dos 38.885,96 euros, onde estão contemplados 36.174,57 euros relativos a ajudas ao investimento e 2.711,39 euros relativos à compensação por perdas de produçã o. O empresário, António Fernandes adiantou que espera ter este ano uma produção de cerca de 5 toneladas de uvas.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest