Transportes marítimos decisivos

Luisa Schanderl considerou que a aposta na melhoria dos transportes marítimos tem sido decisiva para o desenvolvimento económico do Triângulo.

A “revolução tranquila” que o Governo dos Açores tem vindo a operar no sector dos transportes marítimos é fundamental para o desenvolvimento económico da área geográfica do Triângulo, defendeu hoje, na Horta, a Secretária Regional da Economia.

Luisa Schanderl, que falava na cerimónia de bênção da nova lancha de pilotos do porto da Horta, batizada com o nome “Josse Van Hurtere”, considerou que este novo equipamento “vai melhorar as operações marítimas no porto da Horta e permitir que ele se continue a afirmar como um elemento essencial para o transporte marítimo aqui na área geográfica do Triângulo” na sequência, aliás, da inauguração do novo Terminal Marítimo de Passageiros, inaugurado no passado fim-de-semana.

Segundo a Secretária Regional da Economia, “a entrada ao serviço desta nova lancha de pilotos destina-se, precisamente, a melhorar cada vez mais os serviços de assistência às operações marítimas, com um equipamento moderno, capaz da execução de pequenos reboques e também de apoio à evacuação de tripulantes de navios ou a operações costeiras de busca e salvamento”.

A governante recordou que o Governo dos Açores está a concretizar “uma estratégia para a Economia do Mar que será decisiva no Futuro e ainda mais relevante numa época marcada por uma grande incerteza, do ponto de vista económico, e por grandes desafios”.

No âmbito dessa estratégia, recordou, tem sido desenvolvida uma aposta “no transporte marítimo de passageiros durante o Verão, o que proporcionou uma mobilidade sem precedentes entre todas as nossas ilhas, foi assim que apostámos na construção de infraestruturas de recreio náutico, que além de melhorarem as condições de entrada de turistas, permitiram o surgimento de dezenas de empresas dedicadas às atividades marítimas, ou que, no caso concreto do Triângulo apostámos este ano na realização de movimentos pendulares com S. Jorge, permitindo deslocações ida e volta no próprio dia em horários que satisfazem as necessidade da população, mas também dos turistas que aqui se deslocam”.

Das quatro lanchas adquiridas três estão já ao serviço nos portos das Velas, S. Roque e Horta, estando a embarcação destinada ao porto das Flores em fase de montagem.

A lancha de pilotos “Josse Van Hurtere” teve como madrinha Simone Rodrigues, do 11º ano da Escola Secundária Manuel de Arriaga tendo sido uma das melhores alunas do último ano lectivo.

[twitter style=”vertical” float=”left”][fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest