Governo aposta no melhoramento das estruturas de apoio aos pescadores

O Subsecretário Regional das Pescas afirmou que o objetivo do Governo é continuar a melhorar as condições de operacionalidade. 

Marcelo Pamplona falava na cerimónia de assinatura do auto de consignação da obra de melhoramento do Porto dos Carneiros, na cidade da Lagoa, ocasião em que destacou a pesca como um sector essencial e estratégico para os Açores.

A obra de beneficiação, agora apresentada, com um valor de 172 mil euros, permitirá aperfeiçoar as condições de acostagem e de varagem daquele porto, através do alargamento da rampa em 8 metros e da construção de um cais de 21 metros de comprimento com 3,5 metros de largura.

Segundo Marcelo Pamplona, a “obra constitui uma mais-valia para a Lagoa, porque para além de servir a pesca potenciará as atividades marítimo-turísticas e o recreio náutico nesta zona costeira”.

O Subsecretário Regional das Pescas garantiu que este investimento resulta de uma aposta do Governo dos Açores no desenvolvimento de uma política que aproxime os açorianos do mar, sendo este um pilar para a viabilidade futura do arquipélago.

Uma Região insular como a nossa, que alarga o território marítimo de Portugal, não pode prescindir de ter o mar como alavanca fundamental para o desenvolvimento económico e cultural”, realçou o responsável, dizendo que, por esse facto, o Governo tem realizado um esforço de investimento na frota de pesca e em todas as infraestruturas públicas de apoio ao sector marítimo dos Açores.

O governante sublinhou igualmente que a frota e a rede regional de portos está atualmente num patamar de qualidade que não se coaduna com aquilo que se verificava nos finais de 1996.

Marcelo Pamplona destacou a importância que o consumo de pescado representa em termos de saúde pública para os açorianos, assim como a sua relevância para o autoabastecimento das famílias, “por via de uma atividade que é exercida com competência pelos pescadores”, salientou.

O Subsecretário Regional das Pescas revelou ainda que, devido à importância estratégica do património piscatório nos Açores, o Governo dos Açores continuará a lutar na União Europeia pela proteção da Zona Económica Exclusiva açoriana, para que a pesca na Região continue a ser uma atividade rentável a médio e longo prazo e que possa garantir o futuro dos pescadores.

[twitter style=”vertical” float=”left”][fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest