MPT sem dinheiro para festa partidária

João Isidoro “substitui” festa no Chão dos Louros por donativos solidários para ajudar famílias mais carenciadas.

O Movimento Partido da Terra da Madeira, não vai realizar, este ano, a festa partidária como já efetuou, há dois anos, nos Chão do Louros, em São Vicente. O líder regional do partido, João Isidoro avançou ao Cidade Net que, neste momento, o partido tem outras prioridades, nomeadamente ações de solidariedade para com os mais carenciados.

No ano passado o MPT já não realizou a tradicional festa no Chão dos Louros devido à falta de verbas e aos altos encargos que o evento acarreta.“As razões financeiras, são óbvias, e numa altura destas e com tantas dificuldades que as pessoas estão a passar não faria sentido fazer uma festa com gastos avultados quando se pode fazer outras coisas mais úteis para ajudar à população”, afirmou, acrescentando as poucas verbas que o partido dispõem têm sido dadas em donativos a associações e pessoas com mais carências financeiras.“Nós no mês passado por exemplo entregamos um donativo à junta de Gaula para ajudar as vítimas dos incêndios e também os bombeiros de Santa Cruz e consideramos que o dinheiro é mais útil aqui do que aplicado numa festa partidária”, salientou.

Questionado sobre o facto do PSD e o PS/Madeira manterem, este ano, a tradicional festa dos partidos, na Herdade do Chão da Lagoa e na Fonte do Bispo, João Isidoro considera que a inversão que o PS fez nos objetivos da festa foi muito positiva.

“O PS vai transformar a sua festa numa festa solidária e grande parte das receitas serão para apoiar as pessoas que foram vítimas dos incêndios o que é um gesto louvável”, considerou João Isidoro , defendendo, que “no mínimo o PSD devia fazer o mesmo que o PS”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest