CDS contra venda do Solar dos Zinos

No Lugar de Baixo. Centristas defendem que a população tem de ser ouvida sobre esta matéria.

O presidente da concelhia do CDS/PP na Ponta do Sol, Artur Aguiar, esteve hoje, junto à porta da entrada do Solar dos Zinos, no sítio do Lugar de Baixo, para denunciar uma situação que considera inaceitável, a venda do Solar dos Zinos, anunciada no passado dia 22 de maio, pela Sociedade de Desenvolvimento da Ponta Oeste (SDPO).

Artur Aguiar considera que o Governo Regional e a Câmara Municipal da Ponta de Sol “não fizeram um único investimento útil no Lugar de Baixo” através de SDPO que apenas veio “subtrair qualidade de vida a esta terra destruindo a sua mais-valia natural com uma intervenção a despropósito na lagoa e com a construção de uma marina incomentável”, apontou.

O dirigente centrista considera que a venda do Solar dos Zinos é um erro e defende que a população deve ser ouvida nesta matéria.“O CDS não discorda da tentativa de rentabilização do património dessa sociedade como forma de rentabilizar os erros cometidos. Mas, discorda que neste caso queiram usar do mesmo remendo atropelando valores culturais, históricos e religiosos deste sítio”, frisou.

Artur Aguiar defende para esta como para outras situações semelhantes que “as pessoas devem ser ouvidas e as suas opiniões e vontades levadas em conta, se assim for muitos dos erros do passado poderão ser evitados no futuro”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest