CDS pede investimento aos emigrantes

O objetivo é dinamizar a economia regional criando mais empresas e postos de trabalho.

José Manuel Rodrigues aproveitou a presença de diversos emigrantes no Chão dos Louros, local onde decorre hoje a tradicional festa dos Romeiros de Ponta Delgada, para apelar que invistam na Região.

Num momento em que a Madeira atravessa um período muito difícil da sua história, apelo aos emigrantes, sobretudo aqueles que têm meios financeiros, possam investir na Região, para que possamos criar mais empresas e ter mais emprego”, apontou o líder do CDS/PP e deputado na Assembleia da República.

José Manuel Rodrigues criticou ainda Alberto João Jardim por este ainda não ter pedido ao primeiro-ministro a renegociação do plano de resgate da Madeira. “Nesta semana decisiva para Portugal, onde a ‘troika’ faz uma avaliação sobre o programa de ajustamento financeiro, o CDS/PP entende que o senhor presidente do Governo Regional já deveria ter enviado uma carta ao primeiro-ministro a propor a renegociação do programa de ajustamento da Região”, frisou.

O presidente dos centristas reforçou que o atual programa de ajustamento económico e financeiro para a Madeira “não serve”, sendo por isso necessário renegocia-lo com a República. “O atual programa está a afundar a Região, há milhares de empresas a fechar, há 22500 desempregados, as famílias e as empresas já não suportam mais este saco de impostos. Por isso, precisamos de outros tipos de medidas de carácter económico que possam relançar o investimento privado e criar mais emprego. É tempo dos senhores secretários regionais e do senhor presidente do governo deixarem de ‘brigar’ por causa da liderança do partido e cuidarem daquilo que verdadeiramente interessa, que são os interesses dos madeirenses e dos portossantenses”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest