PND: Jardim tem feito um “discurso do ódio”

Eduardo Welsh acusa o líder regional de encenar uma teoria da conspiração.

A propósito do episódio verificado na Festa da Uva, em que atiraram um copo de cerveja ao presidente do Governo Regional, o Partido da Nova Democracia disse hoje que é o que acontece a quem engana o povo.

“Ele tem de ter muito cuidado. É natural que as pessoas se revoltem quando descobrem que têm sido usadas para ele se manter no poder. As pessoas estão muito insatisfeitas e sentem-se enganadas com a atual situação”.

Eduardo Welsh acrescentou mesmo que o líder do Governo tem feito um discurso do ódio para distrair a população. “O Jardim não fala de política, ele faz um discurso do ódio, em que acusa todos de conspirarem contra a Madeira”. Um discurso que lhe convém para “intrujar os madeirenses”.

Enquanto que a população passa por dificuldades sociais e económicas, os amigos do regime continuam, esses sim, “a comprar ao desbarato”. Ao contrário das acusações que são proferidas contra a oposição.

A Nova Democracia, na ação política realizada hoje em frente à Assembleia Legislativa da Madeira, reforçou os alertas para que a população não se deixe enganar pelas artimanhas de Alberto João Jardim.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest