MTP pede garantia do escoamento das uvas

Que ainda estão por apanhar na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos. João Isidoro pede interveção do Governo Regional.

João Isidoro, líder regional do Movimento Partido da Terra, alertou hoje o Governo Regional, designadamente, a secretaria do Ambiente e Recursos Humanos, para que garanta aos produtores de uva o escoamento da produção. O dirigente esteve em contacto com agricultores das zonas altas do Estreito de Câmara de Lobos e referiu, em conferência de imprensa, que muitas das uvas daquela localidade ainda não foram vindimadas porque ainda não atingiram a maturação pedida pelo Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira.

João Isidoro diz-se preocupado com o facto do governo ter garantido no mês passado que o escoamento das uvas estava garantido, e neste momento, “já existirem casas que recebem uvas que encerraram as portas na última sexta-feira, quando ainda há tanta uva para vindimar”, alertou. De acordo com o dirigente do Partido da Terra o encerramento de algumas adegas fez aumentar a preocupação dos agricultores.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

 

 

 

Pin It on Pinterest