CDU apela ao protesto dos munícipes do Funchal

Artur Andrade diz que os funchalenses têm de ser mais reivindicativos e exigentes para que haja uma mudança de políticas.

IMG_1661A CDU esteve esta manhã no Bairro de São Gonçalo onde apelou aos munícipes do Funchal para saírem à rua para protestar contra as medidas impostas pelo Governo da República e do Governo Regional, que de acordo com o vereador da CDU, Artur Andrade, vão limitar a execuções de obras fundamentais para o município do Funchal em 2013.

“A câmara do Funchal está hoje aprisionada por um conjunto de medidas que o Governo da República PSD e CDS tem vindo a tomar com um conjunto de legislação que reduz as verbas e transferências para o poder local. O PAEL que é legislação nacional que é um ataque profundo ao poder local democrático e a alteração que está em curso ao financiamento das autarquias locais”, declarou o vereador comunista.

Artur Andrade deu vários exemplos de obras não vão ser realizadas no Funchal devido às leis do Governo da República e a promessas do Governo Regional, que não vão ser cumpridas por falta de dinheiro, nomeadamente, o Centro Cívico e do Centro de Saúde de São Roque, do Centro de Saúde de São Gonçalo, do Lar de idosos do Poço Barral da reconstrução e recuperação de parte do Bairro de São Gonçalo entre outras obras.

A situação só pode ser resolvida segundo a CDU se os munícipes do Funchal não se “deixarem quebrar por esta situação e não aceitarem de animo leve toda esta problemática que vai atingir de forma significativa as suas condições de vida. É preciso elevar a reivindicação e a exigência popular para que haja uma mudança de político”, advertiu o Artur Andrade.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]  [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest