Criação de empresas e dissoluções com números muito próximos

No 1º trimestre de 2014 contabilizaram-se 223 constituições e 224 dissoluções, um saldo negativo de uma sociedade.

13Comparativamente ao período homólogo, observaram-se menos 34 constituições e mais 6 dissoluções.

Analisando os dados desagregados de acordo com a atividade económica das sociedades constatamos que o saldo positivo mais relevante no 1º trimestre deste ano registou-se no “Alojamento, restauração e similares” (+27), seguido das “Atividades administrativas e dos serviços de apoio” (+14), das “Atividades artísticas, de espetáculos, desportivas e recreativas” (+10), das “Outras atividades de serviços” (+7) e das “Atividades de informação e de comunicação” (+6).

Para o saldo negativo observado contribuíram principalmente as “Atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares” (-32), o “Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos” (-20) e as “Atividades financeiras e de seguros” (-9).

No 1º trimestre de 2014, os municípios do Funchal (-22) e de Câmara de Lobos (-4), registaram um saldo negativo entre a constituição e a dissolução de sociedades. Nos municípios de Santa Cruz (18 contra 9), da Ponta do Sol (8 contra 1), da Calheta (5 contra 1), de São Vicente (3 contra 1), de Machico (6 contra 5), do Porto Santo (4 contra 3) e do Porto Moniz (1 contra 0) o número de constituições foi superior ao de dissoluções. Nos municípios da Ribeira Brava e de Santana o saldo foi nulo.

 

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest