Doenças do aparelho circulatório na origem de 30,4% das mortes no país

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou a publicação “Risco de Morrer 2012”.

aparelho circulatorioO Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou a publicação “Risco de Morrer 2012”, elaborada em colaboração com a Direção Geral da Saúde (DGS), que disponibiliza a informação estatística mais recente para a caracterização da mortalidade em Portugal, abrangendo todos os óbitos por causas de morte ocorridos no País.

Da análise constam 55 grupos de causas de morte, tendo como referência a lista da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) «OECD Health Data 2012». Nos grupos de causas de morte analisados incluem-se as principais causas de morte por doença, destacando-se os tumores malignos, as doenças do aparelho circulatório, do aparelho respiratório e as doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas, bem como as mortes por causas externas de lesão e envenenamento.

As mortes por doença representaram 96,3% dos 107 969 óbitos registados no país em 2012, das quais 30,4% devido a doenças do aparelho circulatório e 23,9% por tumores malignos. No mesmo ano 12,9% das mortes foram causadas por doenças do aparelho respiratório. As causas externas de lesão e envenenamento estiveram na origem de 3,7% dos óbitos, destacando-se os acidentes e sequelas, 1,4%, e as lesões provocadas intencionalmente (suicídio), 1,0%.

Só os tumores malignos estiveram na origem, em 2012, de quase um quarto das mortes no país. Trata-se de um conjunto de doenças que afetou sobretudo os homens (representando 60% dos óbitos por tumores malignos). A idade média ao óbito foi de 71,6 anos (menos 5,2 anos do que a idade média registada para o total dos óbitos, 76,8 anos).

Houve ainda, segundo os dados divulgados, 503 óbitos por VIH/SIDA (Infeção por vírus da imunodeficiência humana), 78,3% foram de homens e com maior frequência em grupos etários mais jovens: a idade média ao óbito foi de 49,3 anos, traduzindo-se numa média de 23,4 anos potenciais de vida perdidos.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest