Madeira debate apoios à empregabilidade jovem

Uma formação, em parceria com a Comissão Europeia, que visa contribuir para a melhoria da empregabilidade na Região.

IMG_5502O Centro de Informação Europe Direct Madeira, em articulação com a Representação da Comissão Europeia em Portugal e o Instituto de Emprego da Madeira, promoveram a iniciativa “Volta de Apoio ao Emprego”, que teve como objetivo apresentar soluções para a melhoria da empregabilidade, nomeadamente por via da utilização da rede Eures ou de programas europeus, como seja a “Garantia Jovem”.

Sidónio Fernandes, presidente do Instituto de Emprego da Madeira, referiu que existe já uma série de medidas regionais destinadas especificamente para os jovens, mas que os apoios comunitários ajudam a criar mais alternativas. “Agora estamos numa fase de implementação de uma iniciativa da Comissão Europeia, que é a chamada ‘Garantia Jovem’, em que os países com uma taxa de desemprego jovem mais elevada, entre os quais se inclui Portugal, vão receber um apoio especial para implementar um conjunto de iniciativas destinadas especificamente aos jovens”.

A regulamentação deverá estar no terreno dentro de um mês, sempre com o apoio de entidades parceiras, tais como o Centro de Segurança Social da Madeira, uma vez que a ideia passa por sinalizar todos os jovens, até aos 25 anos, em situação de desemprego e saber quantos pretendem ingressar no mercado de trabalho ou regressar ao ensino ou formação profissionais.

Marco Teles, do Centro de Informação Europe Direct Madeira, explicou que não trabalham diretamente com as questões relacionadas com o emprego, mas sublinhou também que estão disponíveis para quaisquer pedidos de esclarecimento sobre ofertas de emprego noutro país da União Europeia.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest