CEHA colocou a Madeira “no mapa da história do mundo”

Afirma Alberto Vieira director do Centro de Estudos de História do Atlântico.

IMG_4666Alberto Vieira, director do Centro de Estudos de História do Atlântico, foi orador convidado do almoço/palestra do Rotary Clube do Funchal que decorreu no Hotel Meliã Madeira Mar.

Na ocasião, Alberto Vieira, disse que o trabalho realizado pelo Centro de Estudos de História do Atlântico colocou a Madeira no mapa.

“Vim dar testemunho sobre o trabalho da história que se tem feito nos últimos anos aqui na Madeira, é um trabalho, muito importante, que permitiu colocar a Madeira no mapa das ciências sociais e humanas”, salientou.

O historiador referiu ainda que por força da instituição que apareceu em 1985 e pelo trabalho que o CEHA desenvolveu “e que eu desenvolvi conjuntamente com a equipa que estive envolvido permitiu que se fizessem trabalhos muitos importantes no âmbito da história da cultura da Madeira e acima de tudo nós conseguimos através de publicações, colóquios e conferências colocar a história da Madeira na história do mundo”, vincou.

Alberto Vieira lembra que até a instituição aparecer a Madeira era praticamente desconhecida e praticamente não era referenciada em termos de historiografia universal. “E a partir dos múltiplos trabalhos realizados conseguiu-se primeiro divulgar a história da Madeira chamar a atenção para a importância que a Madeira teve em termos da história mundial”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest