Cafôfo rejeita atrasos na revisão do PDM

O autarca do Funchal inaugurou hoje a segunda fase da ciclovia da Estrada Monumental.

fotografia 2O presidente da Câmara Municipal do Funchal inaugurou, esta manhã, a segunda fase da ciclovia da Estrada Monumental e referiu que é preciso continuar a adaptar a cidade às exigências dos munícipes, sendo que para tal a revisão do Plano Director Municipal é uma prioridade. Cafôfo rejeitou, na ocasião, as acusações de que o seu executivo parou o processo de revisão do documento encetado pelo PSD.

“Os atrasos que se verificaram ocorreram no passado e no executivo do PSD, pois o PDM que ainda está em vigor é de 1997 e deveria ter sido revisto 10 anos depois. Se há alguém que parou o PDM foi o PSD e aqueles que agora na oposição camarária, e que outrora tiveram responsabilidades executivas, parecem padecer de falta de memória e esqueceram-se do que deveriam ter feito e não fizeram”.

Sobre a obra, em concreto, o autarca agradeceu a compreensão de todos os residentes na zona e de todos os proprietários dos estabelecimentos comerciais e hoteleiros, lembrando que a nova infraestrutura vai contribuir também para a dinamização da economia local e para a revitalização de uma zona fundamental para o turismo. O valor total da obra foi de 1.180.973,00 euros.

“Não podemos ficar por aqui. Importa ligar o troço da primeira fase da ciclovia a esta segunda fase, ou seja, da zona do Fórum até este ponto onde nos encontramos, bem como continuar até à zona baixa do Funchal, nomeadamente até à Avenida do Mar”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest